ansiedade adolescente

Rastreio de ansiedade para as adolescentes

No dia 1º de março desse ano foi publicado no editorial The Lily publicado pelo renomado Jornal Washington Post uma medida que vale a partir do dia 13 de março a recomendação para o rastreio de ansiedade em meninas maiores de 13 anos como rotina dos serviços de saúde.

Essa medida foi feita pela Academia Nacional de Medicina americana (NAM) que sugere protocolos para o Women´s Preventive Services Initiative  que são seguidos pelo Colégio Americano de Obstetrícia e Ginecologia.

Por que essa medida é tão importante?

A ansiedade traz diversos prejuízos para a vida acadêmica, profissional, social e familiar das pessoas que sofrem com esse transtorno.

Infelizmente é duas vezes mais comum em mulheres a partir da puberdade. Em alguns casos já se iniciam na infância e por volta dos 11 anos de idade e tende a declinar após os 60 anos, ou seja, a chance maior de ocorrência é no período fértil da vida da mulher.

ansiedade

Ao longo da vida, cerca de 40% das mulheres sofrerão de ansiedade e somente 20% procurarão tratamento adequado.

O objetivo do rastreio é a detecção e intervenção precoce dos transtornos de ansiedade para melhorar a qualidade de vida das adolescentes.

Ansiedade perinatal (na gestação e pós-parto) traz diversas consequências negativas como maior chance de aborto, parto prematuro, baixo peso ao nascer e de depressão.

Torcendo para que essa medida também seja adotada pelo Brasil!

Esse Blog é apenas de carácter informativo e qualquer conduta médica deve ser feita única e exclusivamente por um médico. 

Clique aqui caso deseje marcar uma consulta.  

Rastreio de Ansiedade para as Adolescentes

Deixe uma Mensagem

Rolar para o topo
%d blogueiros gostam disto: