arrependimento materno

Arrependimento Materno

Você se considera uma mãe arrependida? Mesmo que seja por alguns instantes?

Com muita frequência escuto das mães desabafos sobre a maternidade envolvendo arrependimento.

Os questionamentos são diversos, “Por que tive filhos?”, “Quero a minha vida de volta”, “Amo meus filhos, mas tem momentos em que me arrependo de ter sido mãe”, “Não sou uma boa mãe, não deveria ter engravidado”.

Acredito que essas reflexões são saudáveis até certo ponto. Todo mundo, que tem filhos, sabe como é difícil criá-los, se dividir entre a maternidade e a vida pessoal e profissional e ter a segurança de que está indo pelo caminho certo.

 

poparto

Momentos de insegurança e medos são normais.

Mas, quando escuto essas mães, noto que a grande maioria está deprimida.

Sensações de menos valia, insegurança e desinteresses são sintomas típicos da depressão.

Tudo fica muito difícil, é preciso de muita energia para tocar a vida, seguir em frente e ter disponibilidade emocional para os filhos.

Pessoas deprimidas não conseguem nem lidar emocionalmente nem com elas próprias, imaginem com os outros, ainda mais com bebês e crianças que exigem muito emocionalmente de nós.

Antes de ter certeza de que o arrependimento é genuíno sempre questione a presença de depressão.

A gravidez e o pós-parto não são períodos protetores contra depressão, ao contrário, são momentos de maior vulnerabilidade.

Mulheres que já deprimiram no passado tem chance 3x maior de deprimir no período perinatal que envolve tanto a gravidez quanto o puerpério.

Infelizmente, metade dos casos diagnosticados de depressão pós-parto já começou na gestação, mas não foi feito o diagnóstico e, assim, retardado o tratamento.

Não tenho dúvida de que a maternidade é difícil, mas não precisa ser penosa.

Esse Blog é apenas de carácter informativo e qualquer conduta médica deve ser feita única e exclusivamente por um médico. 

Clique aqui caso deseje marcar uma consulta.  

Arrependimento Materno

Deixe uma Mensagem

Rolar para o topo
%d blogueiros gostam disto: