sintomas depressao pós parto

Sintomas da Depressão Pós-Parto

Como saber se você está com depressão pós-parto?

Quando pensamos em depressão, logo imaginamos que a pessoa deprimida é triste e desanimada, mas será que é só isso? Quais são os reais sintomas da depressão pós-parto?

A tristeza é um sentimento absolutamente comum e humano, todos nós nos sentimos tristes às vezes.

A grande diferença é que na depressão a tristeza é presente na maior parte do tempo e dura dias, semanas e anos em alguns casos. 

Aos poucos, as pessoas deprimidas vão ficando mais desanimadas, tristes, sem vontade de fazer as coisas, ficam mais sensíveis e chorosas. 

Ficam sem energia, sem disposição, o pensamento mais lento, mais distraídas e já não conseguem focar e produzir como antes.

depressao pos parto mae e bebe

A vida vai ficando sem graça e sem cor.

Podem dormir muito ou nada. O apetite também muda para mais ou para menos.

Gestantes deprimidas se cuidam menos, o pré-natal é de pior qualidade, tendem a usar mais substâncias como tabaco, bebidas alcóolicas, maconha e outras drogas.

Não se envolvem muito com a gestação. Não se preocupam muito com o nome do bebê e com o enxoval, vão deixando tudo para depois.

Não tiram muita foto, preferem o isolamento.

Tendem a ver o futuro de maneira bem pessimista.

As mães deprimidas têm mais dificuldade com a amamentação e tendem a amamentar menos.

Precisam de mais ajuda para cuidar do bebê, para dar banho e trocar.

Os bebês são menos estimulados.

 

A maternidade não é prazeirosa em nenhum aspecto, ao contrário, é pesada demais.

E essa maternidade sem prazer é um sintoma forte da depressão pós-parto. E na maioria dos casos, as mães se culpam muito. 

“Como posso estar triste se o meu bebê é lindo, saudável e bonzinho?”, “Tenho tudo e ainda sim estou desse jeito”, “Não tenho nada para reclamar, minha vida é perfeita”, “Queria tanto ser mãe e agora não consigo aproveitar meu bebê”.

Essas são as frases mais comuns que escuta das minhas pacientes. Costumo brincar e digo que se o bebê é lindo e gordinho, a mãe tem menos “direito” de deprimir.

Ninguém entende a depressão pós-parto, sempre se pensa no mito de que a maternidade é um período de plena felicidade e realização da mulher.

O que as mães deprimidas sentem com tudo isso? CULPA.

Não se sinta culpada e com vergonha se vc está passando por isso. 

Existe tratamento para depressão e a maternidade pode sim ser mais leve e gratificante.

Esse Blog é apenas de carácter informativo e qualquer conduta médica deve ser feita única e exclusivamente por um médico. 

Clique aqui caso deseje marcar uma consulta.  

Depressão Pós-Parto: Sintomas

2 pensou em “Depressão Pós-Parto: Sintomas

  1. Quando li suas palavras, percebi que eu estava com depressão pós parto… Foi o período que eue separei do pai da minha filha. Eu só chorava, não me alimentava direito, eu estava apagada, sem energia, sem luz. E não tinha ninguém que me entendesse. As pessoas pensavam que era frescura, que era só uma fase ou que eu queria chamar a atenção. Pensei de como seria a vida da minha filha sem mim… Isso, pensei em tirar minha própria vida. Não conseguia reagir, perdi até o emprego. Foi quando eu percebi que eu precisava de ajuda, que eu não ia conseguir sozinha. Comecei a fazer terapia… Foi a minha libertação!!!

    1. Danielle, o pós-parto é um período muito difícil mesmo, é uma sobrecarga física e mental ao mesmo tempo. A depressão pós parto é muito mais comum do que se imagina, e o mito de que toda mulher é plenamente feliz ao virar mãe não ajuda em nada. Ao contrário, só traz culpa. Que pena que as pessoas ao se redor não notaram que vc estava deprimida, mas ainda bem que vc percebeu e teve a iniciativa de pedir ajuda. Vc fez um bem enorme à você mesma e à sua filha tb. Lembre-se que nenhum bebê está bem, se a mãe não está. Se cuide! A maternidade pode e deve ser mais leve!
      Obrigada por compartilhar sua experiência, fico à disposição para te ajudar!

Deixe uma Mensagem

Rolar para o topo